quinta-feira, 15 de julho de 2010

Verdades e mentiras sobre os DVDs

Verdades e mentiras sobre os DVDs


Ainda muito utilizado por quem precisa fazer backup de arquivos, os DVDs trazem muita dor de cabeça pela facilidade de perda dos dados; veja como cuidar bem do seu conteúdo digital e evitar dores de cabeça

Eles chegaram para substituir as antigas fitas VHS e os disquetes. Mas, nem sempre a história acaba bem.... Veja o caso do Evandro. Ele é administrador de redes e um dia teve que fazer backup de alguns e-mails antigos da empresa em um DVD. Aí...

"Nós acabamos perdendo um grande período de anos de mensagens que fizemos o backup dentro do DVD e, devido a esse problema, nós tivemos um período de mais ou menos 4 anos de mensagens perdidas, informações muito importantes", relata o administrador de Redes, Evandro Cesar.

Mas você deve se perguntar: "por que é tão fácil o conteúdo do DVD simplesmente sumir?"

"Principalmente pela qualidade da mídia. Infelizmente, embora você tenha um formato único que é o DVD, nós não podemos garantir que os fabricantes utilizem o mesmo material para gravação, então esse é um dos fatores principais. Outros fatores que concorrem para essa perda de dado são a qualidade do equipamento de gravação, o equipamento que faz a leitura, a taxa de transferência que esses dados vão chegar na mídia a ser gravada, e uma série de outors fatores", explica o Profº Luciano Silva, da Faculdade de Computação e Informática do Mackenzie.

O processo de gravação de um DVD pode ser explicado de uma maneira bem simples. Imagine o DVD como se fosse um disco de vinil. Só que ao invés da agulha, são raios laser vermelhos que lêem e também gravam as informações. Ao invés de sulcos, são saliências que representam os zeros e uns, dispostos em forma de espiral. E cada uma das trilhas tem apenas 740 nanômetros. Se a gente pudesse arrancar a trilha de dados de um DVD e esticá-la em uma linha reta, ela teria quase 12 quilômetros de comprimento! Você consegue pensar que uma estrutura dessas seria capaz de armazenar tantas informações?

E a velocidade da gravação é um fator que pode definir se os dados serão transferidos integralmente ou não. Tá vendo esse número aqui? Ele indica a velocidade mais segura para você fazer a gravação do DVD em cada um dos aparelhos. Alguns mostram 8x, outros exibem 16x e há os que sugerem velocidade entre 1x e 8x, por exemplo. É bom seguir as recomendações do fabricante para garantir a melhor qualidade de gravação.
"Se você tem um equipamento que está configurado com a gravação máxima de 4x, e você tentar fazer uma gravação em 16x, provavelmente o dado vai ser gravado de forma incorreta. Isso acontece porque você tem que compatibilizar a velocidade de rotação que você tem do equipamento de gravação, junto com a velocidade de gravação do laser", esclarece Luciano Silva.
E sabe aquelas receitinhas caseiras para limpar o disco, como passar um pouco de água e um paninho em cima? Ou então esfregar a mídia com detergente? Acredite, é melhor esquecer esses conselhos!
"Inclusive, qualquer coisa, casca de banana, já vi pessoas limpando com laranja... você tem, na realidade, uma série de ácidos ali que podem contribuir para o desgaste mais rápido daquela mídia", conta o professor.
Não existe ao certo uma data de validade de um DVD, conforme constatou o Centro Nacional Francês de Pesquisa. Mas, os cientistas comprovaram a instabilidade dessa mídia, que pode armazenar corretamente suas fotos e vídeos por dez anos, ou pode perder todo o conteúdo em apenas alguns meses. O pior é que isso não tem a ver com a marca. Na pesquisa francesa, discos da mesma marca tiveram comportamentos bem diferentes.
Então, a melhor coisa a fazer é pecar pelo excesso, como faz agora o Evandro. Hoje ele dispensou os DVDs e passou a ter mais de um lugar para backup.
"Além de ter dois HDs em casa, que de tempos em tempos eu faço uma cópia, eu possuo um Storage, que é um HD externo", conta Evandro.
As dicas estão aí, agora, provavelmente você terá menos dor de cabeça no futuro.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/verdades-e-mentiras-sobre-os-dvds/12267/integra

5 comentários:

Selena disse...

Hummm!!!
Agora tenho uma companheira que me informará das novidades tecnológicas!

Obrigada por sua visita e estar no meu espaço!

Beijo e seja sempre bem vinda!

Gilmar disse...

Boas e instrutivas falas! Normalmente eu faço backups e faço uma cópia do backup. Vou passar então a acionar, meus backups, vez por outra, tentando identificar quaisquer problemas. Caso constate, tentarei fazer uma cópia da cópia. Se ainda der tempo.

Aproveitando seus conhecimentos, tenho uma dúvida. Fiz um backup via Nero e não consigo abrir, em hipótese alguma. Você tem alguma orientação quanto a isso?

Perdoe-me o abuso, mas usuário toda vez que se depara com alguém que sabe, tem logo que perguntar sobre as dúvidas mais cruéis.

Abraços!

Mila disse...

Cheguei e já adorei...pego nessa máquina constatemente mas me um mistério isso, já sumiu coisas importatntes de cd's meus assim num piscar...
Boas as dicas!
Bjs
Mila Lopes

Aprendendo com as TICs disse...

Oi Selena! Adorei sua visita, seja sempre bem vinda! Bjs

Oi Gilmar! Prazer recebê-lo aqui, seja bem vindo querido. Quanto a sua pergunta, você deve verificar se a versão do backup é a mesma que usa atualmente, pois pode haver erros na mudança de versões. Caso seja a mesma, tente abrir usando o próprio Nero. Abraços.

Oi Mila! Que bom que gostou, seja bem vinda e volte sempre. Bjs

Judô Bonito disse...

essa postagem sobre os DVDs foi de grande ajuda.

faz uma postagem sobre a tecnologia lightscribe.