segunda-feira, 26 de julho de 2010

Você sabe ouvir as pessoas?




Você sabe ouvir as pessoas?




Profissão


A boa comunicação é a base de qualquer relacionamento. Seja entre colegas de trabalho, amigos ou mesmo familiares, trocar informações de uma maneira eficiente evita conflitos e ajuda nas relações. Porém, comunicar-se bem não significa apenas conseguir expressar as próprias opiniões, mas também ter a habilidade de ouvir o que a outra pessoa está querendo dizer.

Ao escutar o outro, cria-se um clima de confiança, fortalecendo os laços afetivos. É ouvindo que mostramos interesse e disponibilidade para entender o que o outro quer transmitir ou compartilhar. No trabalho, saber ouvir é importantíssimo para perceber o que o cliente, o chefe ou os colegas esperam de nós. Entender essas mensagens é um grande sinal de competência.

Mas será que saber ouvir é uma tarefa fácil? Certamente, não. Ouvir de verdade significa colocar-se no lugar da outra pessoa e tentar enxergar o mundo com os olhos dela. Para isso, é preciso deixar de lado os preconceitos e as ideias que construímos com base em nossas próprias experiências.

Exercite seus ouvidos

Para ser um bom ouvinte, é preciso treino. A habilidade para ouvir pode ser aprendida e exercitada de forma bem simples, trabalhando a concentração e o autocontrole. Aí vão algumas dicas:


• Mostramos interesse pelos outros por meio da nossa expressão corporal. Por isso, sente-se próximo da pessoa com quem está falando e virado para ela e mantenha contato visual a maior parte do tempo. Isso ajudará a focar a sua atenção e a transmitir a sensação de receptividade e de segurança.

• Não interrompa o discurso da outra pessoa. Deixe-a falar primeiro para, depois, fazer perguntas ou observações. Muitas vezes, as pessoas precisam apenas falar para organizar os próprios pensamentos.

• Evite frases como: “Eu sei o que você está sentindo” ou “Eu já passei por isso”. Para quem está falando, isso pode significar que você não precisa ou não deseja mais ouvir.

• Não tente compreender a situação que a pessoa está relatando conforme as próprias ideias ou pensamentos. Lembre-se de que cada um sente e percebe o mundo de forma muito particular e o que funciona para você pode não funcionar para o outro.

• Não julgue a outra pessoa. Antes de fazer colocações, espere que ela peça seu conselho ou sua opinião.




Fonte: Positivo

Um comentário:

lucidreira disse...

Realmente esse é um dos sentidos que é necessário exercitar para que possa opinar. É que nem blogs/blogueiros, se vc segue, ler e não opina comentando, não serve de nada sequi-lo. Ouvir tem seus termos como você explica aqui nas suas escritas, tem que saber ouvir para ser um bom conselheiro.